Miss Universo: a história (parte III)

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Continuando com a linha postagens sobre o concurso de Miss Universo. Hoje, teremos as duas ganhadoras e um segundo lugar de Martha Rocha a brasileira que não foi considerada a mulher mais bonita do mundo graças as duas polegadas a mais no quadril que foi desmentido mais tarde como mito.


• 1954:

Miriam Jacqueline Stevenson é a primeira Miss Estados Unidos e primeira norte-americana a ser eleita Miss Universo, em 1954. No concurso nacional, representou a Carolina do Sul.

http://terpaksabuatblog.files.wordpress.com/2010/03/1954.jpg

Nessa edição do Miss Universo, a primeira Miss Brasil, Martha Rocha, foi a segunda colocada devido às duas polegadas a mais (nos quadris em relação ao busto), conforme noticiado na Brasil, na época. Isso teria beneficiado Miriam.

http://misssouthcarolina.com/images/formerqueens/1953.jpg

Hoje se sabe que os juízes deram a vitória a Stevenson para reviver nos norte-americanos o interesse por essa competição de beleza, o qual estava em declínio. Esse desinteresse já levava os patrocinadores a ameaçar retirar os milhões que financiavam o concurso.

http://fernandomachado.blog.br/wp-content/uploads/2009/07/miriam-stevenson1.jpg
Achei a Christiane Martel (sua antecessora) muito parecida com a Dita.


http://1.bp.blogspot.com/_WxG9Nq6z5v4/R6kEXOPhjZI/AAAAAAAACN4/xHfrPefaeAU/s400/miss+universo+1954.jpg





• Martha Rocha:

Maria Martha Hacker Rocha (Salvador, 19 de setembro de 1936) é uma ex-modelo brasileira, eleita em 1954 a primeira Miss Brasil.

http://banco.agenciaoglobo.com.br/Imagens/Preview/200612/f90ffe38-2acd-4153-a74d-cdb5899e56ea.jpg

Martha Rocha é a sétima filha do casal Álvaro Rocha e Hansa Rocha. Aos 18 anos, Martha participou do concurso Miss Bahia, venceu e logo após tornou-se Miss Brasil. Em julho de 1954, Martha chega aos Estados Unidos e pesquisas já a consideravam eleita a Miss Universo. Martha ficou em 2º lugar e diz a lenda que a perda do o título de Miss Universo para a americana Miriam Stevenson se deveu a duas polegadas a mais nos quadris. O segundo lugar deu a Miss a fama absoluta. Depois do concurso, Martha Rocha tornou-se referência nacional de beleza.




A história das duas polegadas foi uma invenção de jornalista João Martins da Revista "O Cruzeiro" do Rio de Janeiro para consolar o orgulho brasileiro. Tudo foi combinado com os demais jornalistas brasileiros que estavam em Long Beach. A própria Martha autorizou a versão, conforme consta de sua autobiografia. Segundo Martha, "nem eu soube se essa história de duas polegadas teria sido verdade mesmo".

A Miss casou-se cedo com o banqueiro português Álvaro Piano e com ele teve dois filhos Álvaro Luis e Carlos Alberto Piano. Pouco depois, seu marido sofreu um acidente de avião e Martha passou a ser viúva. Voltou ao Brasil com 23 anos e tornou a estar fortemente presente na mídia. Em 1961 casou-se com Ronaldo Xavier de Lima e teve uma filha Claudia Xavier de Lima. Residindo durante anos em majestosa cobertura dúplex na Avenida Atlântica, em Copacabana.

http://jornale.com.br/zebeto/wp-content/uploads/2008/08/martarocha2ui3.jpg

A partir de 1996, passou a aparecer em júris de concursos de beleza se tornando a primeira miss a cobrar cachê para tanto. Em entrevista publicada em abril de 2006 pela revista IstoÉ, Martha explicou que era uma necessidade, pois no ano anterior perdera todo o dinheiro que tinha com a falência de uma instituição financeira (a Casa Piano) comandada à época por um de seus familiares no Rio de Janeiro.

Em 2000, descobriu ser portadora de câncer de mama após assistir a uma reportagem televisiva sobre mutirões de saúde que promoviam o autoexame. A partir daí, Martha passou a ter outro estilo de vida. Nessa época, mudou-se do Rio para Volta Redonda, onde reside um de seus filhos.

Em 2004, Martha foi homenageada com uma exposição itinerante de fotos de sua trajetória como Miss Brasil. Nesse ano, o concurso chegava ao seu 50º aniversário.


• 1955:

http://fernandomachado.blog.br/wp-content/uploads/2009/07/hillevi-rombin.jpg

Hillevi Rombin (14 de setembro de 1933 - 19 de junho de 1996) foi eleita Miss Universo em 1955, representando a Suécia.

http://alvkarleby.files.wordpress.com/2009/05/hillevirombin-1955.jpg

Após seu reinado, foi contratada pela Universal Studios e participou de algums filmes.

http://www.findagrave.com/photos/2004/333/23265_110175206732.jpg

Em 1957 casou com G. David Schine e teve com ele seis filhos. O casamento durou quase 40 anos.
Faleceu juntamente com o marido em 1996 num acidente aéreo.
A Miss Universo 1955, única falecida em toda a história do concurso, é sucessora da norte-americana Miriam Stevenson e antecessora da também americana Carol Morris.

http://lh4.ggpht.com/_SZm7wbCgUns/RnGqO78b5lI/AAAAAAAAAD8/ONa-hTQHCLg/s800/dogsandkraut1956.jpg

Por hoje é só pessoal, beijos ;*

0 comentários: